Camporee Tri-Área, Amigos da Esperança

14:39

Por Débora Queirós

Eu voltei.  Depois de UMA SEMANA, estou aqui pra contar quase tudo que aconteceu nessa ultima semana, que sem dúvidas foram uma das minhas preferidas. Acampo desde os meus 10 anos de idade, mas esse foi um camporee que realmente marcou. Por causa da programação, do trabalho bacana que estava fazendo e principalmente das pessoas maravilhosas que conheci e outras que pude me aproximar de verdade e chamar verdadeiramente de amigos.  Vou tentar fazer um “pequeno” resumo do aconteceu, combinado?

Cheguei na Quarta a noite com a Andy Rodrigues e estranhamos muito o local, era ENORME e meio esquisito –por conta de ser a noite- lembro que ela queria  entrar nas casas estranhas que tinham lá, mas morri de medo (rs). Dormimos eu, Andy, Germana e Carine no auditório (que virou secretaria) porque não tínhamos levado barraca.

Na Quinta de manhãzinha, já deveria estar de pé, registrando todos os momentos desde o primeiro clube que chegasse ao local (clube chegando, montando acampamento, montando a cozinha, trabalhando duro...)
 A noite foi a tão esperada ABERTURA! Foi EMOCIONANTE, me contaram muita coisa que o pai (ele não é meu pai de verdade, mas o chamo dessa maneira) teve que resolver pra realizar o tão sonhado camporee. E ver aquilo finalmente se tornando realidade, foi à melhor parte.
No decorrer dos dias ocorreram muitas provas, envolvendo as partes físicas, mentais e espirituais. Os melhores clubes seriam classificados com CINCO estrelas, os demais com 4,3 ou menos. Ver a euforia daqueles que viram o trabalho duro ser recompensado foi tão bom.
Falando agora, sobre a parte que fiquei (staff-mídia), a palavra que resumi tudo é: COMPANHEIRISMO. Sério, fiquei bastante surpresa com as pessoas maravilhosas que convivi, sempre preocupadas, dispostas a ajudar, rir e implicar com você. Tinha dias que acordava e a secretária (onde a gente dormia) estava cheia de indigentes dormindo, até em cima da mesa (hehe), tenso.
"Não sou nada sem Jesus, Ele é tudo pra mim, a razão do meu viver, sua graça não tem fim."
Sério, AMEI a experiência e iria me arrepender se não tivesse ido. Agradeci bastante ao pai no encerramento, por ter me feito aceitar o convite, agradeço também a minha amiga linda (oi, Andy) por ter ido comigo, por que se não fosse isso, eu com  certeza teria ficado mais em duvida de ir ou não. E para as pessoas que conheci lá, nos veremos em breve, se Deus quiser.                

Você pode gostar também:

0 comentários

POPULARES

INSTAGRAM

CONTATO

Nome

E-mail *

Mensagem *

Inscreva-se