Um desabafo de uma garota e de uma família.

18:58

Por Dárvily Mendes

Chegou a tua hora, chegou o tempo de dares adeus a cada um de nós, mas porque fostes de repente? Assim, do nada, sem aviso prévio, sem nada… Eu sei que estas coisas nos acontecem de repente, mas você não poderia ser igual aos outros… Você não nos deixou nada, pegou suas malas e foi embora pra sempre, mas o que nos resta são as suas lembranças que estão cravadas em nosso tempo e isto nem o tempo irá apagar, nem o mais cruel arrancará de dentro de cada um que conviveu contigo, ou até mesmo aquele que te via caminhar de longe, a verdade é que todos lembrarão do teu nome. Mas está doendo, latejando, eu só quero melhorar, e me conformar com tudo isto, mas é inevitável! Hora ou outra eu acabo com o pensamento fixo em você, não só a mim, mais hoje todos te lembram; lembram de como tu eras, estonteante e com um sorriso de canto de boca, que agora irá encandecer outras pessoas, ou anjos talvez, mas nós… Há, jamais iremos vê-lo novamente… Nem tu, nem teus olhos, nem teus dedos, nem teus passos, nem aquela exuberante pessoa que tu eras, meu querido, mas saiba que deixastes uma enorme saudade em cada um de nós.

Você pode gostar também:

0 comentários

POPULARES

INSTAGRAM

CONTATO

Nome

E-mail *

Mensagem *

Inscreva-se