Por enquanto...

22:09


Por Débora Queirós
Enquanto revia umas fotografias antigas e lembrava de um rascunho que havia feito em uma folha qualquer, onde provavelmente estaria perdida entre as pilhas de papel que foram guardadas, jogadas e rasgadas do ano anterior, percebi o quanto as coisas haviam mudado. 

Lembro que existiam rabiscos mal feitos de uma menina com umas setas apontando todos os seus maiores sonhos, mau sabendo que eram provisórios... bem provisórios. Uma faculdade fora, um novo amor, uma paixão incontrolável por livros e um intercâmbio para tentar aprender inglês. Disso ela lembrava perfeitamente, mas, onde eles haviam ido parar? 

A garota sabia que os livros estavam empilhados -por ordem de tamanho e autor- na parte superior do guardarroupa, o intercâmbio ainda estava com data imprevista para os próximos anos, o novo amor ela já havia adquirido e a faculdade fora? Essa foi à escolha que mudou o rumo da sua vida, pra melhor ou pior? Isso só o tempo dirá. 

Ela pensa positivo, mas se as coisas fugirem do controle, terá valido a pena só por ter mudado os planos. A garota que sempre falou tanto sobre arriscar, deveria provar o gostinho dessa sensação. Se houve arrependimentos? Não. Isso ela pode garantir. 

Você pode gostar também:

0 comentários

POPULARES

INSTAGRAM

CONTATO

Nome

E-mail *

Mensagem *

Inscreva-se