Um bom e velho amigo.

21:55

Por Débora Queirós

Antigamente não conseguia imaginar minhas noites sem nossas conversas infinitas, os boas noites no telefone antes de dormir, nossas risadas e as brigas eternas que ocupavam a maior parte da conversa. 

Antes eu sabia que minha vida sem o meu melhor amigo - aquele virtual, mas que estava mais presente do que todos os outros - não era absolutamente nada, afinal, ele sabia tudo ao meu respeito. Sempre deixei bem claro a importância que você tinha na minha vida. E acredita em mim, isso não mudou e jamais mudará. 

Não gosto de conjugar os verbos no passado, nossa amizade ainda está no presente - graças a Deus - mas se não cuidarmos com mais carinho dela, tenho medo que o fim chegue, e eu não gosto nenhum pouco dessa palavra. Preciso que as coisas voltem a ser como antes, você também deseja isso, eu te conheço o bastante pra saber. 

Que tal cuidarmos direitinho dela? Eu, sua melhor amiga - Você, meu melhor amigo. Isso soa bem não é verdade? E eu espero que ainda esteja ecoando por um bom tempo.

Você pode gostar também:

0 comentários

POPULARES

INSTAGRAM

CONTATO

Nome

E-mail *

Mensagem *

Inscreva-se