As atitudes não mentem.

22:26

Por Nati Marcondes

As vezes, sei lá, queria amar sem ter a obrigação de dizer isso toda hora. Queria gostar sem ter que provar isso, muito menos com minha voz. Os meus olhos dizem muitas coisas, você não vê? Você sabe o quão sem graça fico ao seu lado, e todo aquele nervosismo que tenho perto de ti. Você sente meu arrepio quando me abraça, vê meu sorriso quando encosto meu rosto no seu. Eu posso deixar a frase 'eu te amo' pra lá? Ela ainda me apavora. Me perdoe, mas é verdade. Você sabe disso.

Nunca menti pra você, sempre disse que você é a primeira pessoa que realmente amei. Mas deixa essas palavras de lado, só por um tempo. Elas me cansam. Frases feitas não me encantam. Aliás, nunca tiveram graça.

Você não sabe como eu amo quando a gente passa perto de um garoto e você aperta minha mão mais forte, ou quando eu falo alguma coisa e você me beija depois de me chamar de linda. Amo quando vou te abraçar e você me abraça mais forte, quando você coloca sua cabeça no meu ombro e eu faço carinho na sua nuca. Ou quando estamos deitados e eu te faço cafuné enquanto você me olha., e eu fico sem graça, a gente ri e você me beija... Amo quando a gente fica jogando papo fora, falando coisas idiotas e rindo um do outro. Quando a gente imagina nosso futuro, como serão nossos filhos, nosso casamento, nossa vida. Quando você fica preocupado comigo por qualquer coisa que aconteça, suas mensagens de manhã, de madrugada, aquelas que servem só para me avisar que você tá indo jogar futebol.

Quando a gente fica se olhando por um bom tempo e entre um sorriso, a gente se beija. E todos esses pequenos detalhes são mais lindos do que qualquer palavra, qualquer frase, qualquer coisa. Porque a sinceridade a gente não se vê em letras, e sim em olhares. Vamos deixar o silêncio de sentimentos se expandir na voz do nosso olhar, que diga-se de passagem, são lindos e tão sinceros...

Você pode gostar também:

0 comentários

POPULARES

INSTAGRAM

CONTATO

Nome

E-mail *

Mensagem *

Inscreva-se