Saudade.

19:17

Por Andressa Rodrigues

Ela chega, entra sem avisar, 
senta no meu sofá sem pedir licença.
Olha nos meus olhos, e me encara friamente 
como se eu fosse a única pessoa na sala.
Eu, tento revidar da sua franqueza. 
De suas palavras de imediato silenciosas e cortantes.
Viro o rosto para não encará-la, cruzo as pernas para esnobá-la, 
gesticulo com as mãos para distraí-la.
Movimentos vãos. Ela está na minha cabeça.
Ela se aproxima e me cutuca. 
Eu a encaro, então ela profere: 
Eu vim para ficar.

Você pode gostar também:

0 comentários

POPULARES

INSTAGRAM

CONTATO

Nome

E-mail *

Mensagem *

Inscreva-se