Para gostar de ler.

21:23

Por Debinha.Q

Tava cansada de sempre olhar nos favoritos e ver os mesmos blogs.
Madruguei [acordei 9 da manhã] e vim pro computador.
Fui clicando, clicando e quando eu me dei conta já tinha cerca de 30 blogs nos meus favoritos.
Segui todos, lógico. Nós sempre lemos os blogs conhecidos e acabamos por esquecer os talentos que estão espalhados no nosso Brasil. Vou falar de alguns que li hoje.
Espero que curtam:

Por : Giovanna M.
"Se eu soubesse dizer quando eu falo, se eu soubesse falar sempre que preciso.
Geralmente não sou assim, tão bipolar como acordei.
Tão sem palavras como hoje permaneci.
Tão impar como sempre andei.
 Mas, às vezes eu desejo ser exatamente assim, como sou.
Garota, você que tenta esconder o que sente, que pensa muito mais do que fala, que fala o que pensa sem medo das conseqüências, que já se acostumou com o silêncio importuno, que se diverte com uma música no meio da noite (...)O segredo. Isso deve ser personalidade, e se existe garotas assim também, eu não tenho conselho, nem o que dizer, apenas continua a ser, a acreditar. Acordei assim, exatamente assim. Se sou, se não sou. Vai saber."

Por: Tati Lemos
“O que seria de nós blogueiros, se todo o amor desse mundo fosse correspondido?
Escrevemos aqui, coisas sentimentais, coisas amorosas, pensamentos de pessoas que amam algumas correspondidas e outras não. Mas se de repente as coisas não fossem mais assim, se todo mundo fosse correspondido? Sim ia ser uma felicidade só (risos). Mas acho que iria perder todo o encanto, por que quando estamos apaixonados escrevemos coisas lindas, coisas que só um apaixonado entende, textos incríveis, frases meio utópicas, mas para quem ama isso é importante.”

Por: Maria Fernanda
“Não gosto de frases feitas e sem qualquer efeito.
Para tanto, é preciso inovar, recriar, repintar.
Minha vida é feita de arco-íris de tinta e duas cores, branco e Preto.
Não esqueça do cinza, da xícara de café e da doçura das palavras.
Palavras ásperas não combinam comigo.”

Por: Fernanda Brandão
“(...)Prendeu a sua atenção na música, aquela que cantaram juntos, lembrou do momento em que olharam o céu enquanto os rostos se tocavam e – quase que involuntariamente – voltou a rabiscar sobre o AMOR.”

Por: Maria
“Em casa dela eu era feliz. Acordava todos os dias e prosseguia para a casa de banho da janela desprotegida. Mas o que eu gostava na casa dela e não tinha em mais nenhuma outra, era que logo depois que eu regressava ao silêncio que o barulho da água tinha engolido, soava uma melodia vinda da sala. Era ela que fazia questão de escolher uma música para o meu dia. Às vezes era jazz, e eu sabia que era dia de trabalho, às vezes era rock e eu sabia que era sexta-feira (se ainda não tivesse percebido). Mas às vezes eram apenas acordes de piano, e eu nesse momento sabia que ela precisava de um beijo mais doce que todos aqueles que eu já lhe tinha dado. Nesses dias nós éramos ainda mais felizes, porque o amor nunca tinha fim.E as manhãs na casa dela eram como nenhumas outras, porque eu amo-te minha querida."

Infelizmente não deu para colocar todos os blogs que segui hoje.
Próxima vez os indico. 

Você pode gostar também:

3 comentários

  1. Uma gracinha passar por aqui e conhecer os blogs.
    Temos um blog para crianças portadoras de necessidades especiais.Um casal de ursinhos chamados Pimpãoe Pão de Mel narram suas aventuras.
    Conheçam!
    http://pimpaomel.blogspot.com/

    Beijos,meninas!

    ResponderExcluir
  2. Cliquei em todas as indicações e fiquei megalomamente feliz em ver meu PS perdido nas tuas linhas.

    Um beijo

    ResponderExcluir
  3. Sigo uma grande parte desses já! Nada melhor que ler coisas boas (e não besteiras) durante a madrugada.

    ResponderExcluir

POPULARES

INSTAGRAM

CONTATO

Nome

E-mail *

Mensagem *

Inscreva-se