Vida.

19:18

Por Gutemberg
- socorro eu cresci

Penso nas brincadeiras
Que já muito tempo deixei
Coisas que não mais existem
Que no coração eu guardei

Na minha adolescência querida
E das dúvidas que se fez
Muitas delas já se foram
Outras ainda eu não sei

Sou feliz como sou hoje
Isso é o meu alento
Mudar meu passado não posso
Presente sim é meu tempo

Medito nas coisas belas
Que no nosso mundo contem
Medito nas coisas belas
Que se foram e não mais vem

Penso na infância passada
E no que nela passei
No que poderia ter feito
Porque não fiz não sei

Tenho muito o que viver
Do futuro eu desconheço
Quero viver cada dia
Como um novo recomeço

Não sei o que me aguarda
Mas também não tenho medo
Não quero sofrer adiantado
Com grande desassossego

Só espero do futuro
Que me dê mais alegria
Pra que eu possa suportar
Do futuro as agonias

Da vida só espero viver
Não quero pensar em sofrer
Quero só fazer minha parte
Pra dela bons frutos colher

Você pode gostar também:

1 comentários

POPULARES

INSTAGRAM

CONTATO

Nome

E-mail *

Mensagem *

Inscreva-se