Sonhos interrompidos.

19:01

Por Debinha.Q




01 de Janeiro, 06:50 da manhã.
Como toda pessoa que foi dormir tarde na virada. Eu ainda estava dormindo, sonhando com quem menos queria, logo no primeiro dia do ano, mas... confesso, eu não suportei uma coisa:
POR QUE EU ACORDEI ?
Como assim? E o final como vai ser?
É a curiosidade vai continuar.
01 de Janeiro, 13:20 da tarde.
Estou tentando dormir e continuar o sonho de onde parei e nada.

01 de Janeiro, 22:15 da noite.
Essa vai ser minha ultima dormida do dia, afinal ele vai acabar. Acho que agora vou conseguir começar de onde parei.

02 de Janeiro, 08:30 da manhã.
Acordei? oO eu não lembro de nada.

02 de Janeiro, 10:25 da manhã.
Vou dar um coxilo, tomara que dessa vez eu consiga.

Já sabem o final né? Não consegui.
Eu tenho certeza que você já acordou com vontade de matar quem te fez isso.
Não por ser cedo ou por você não querer ir a escola.
Mas pelo fato de ter seu SONHO INTERROMPIDO. Argh! Não tem coisa pior.
Você nunca vai saber o final [fato]
Ou então, quando você esquece do sonho.
Sabe que teve um muito bom, mas não lembra de nada.
É quase tão ruim quanto ser interrompida.
Com essa minha noia por sonhos.
Fui perguntar para as pessoas, se elas tinham algumas dicas de como não
ESQUECER dos sonhos.
E não é que consegui.

- Durma de cabeça para cima e tente não se mexer a noite, quando acordar não levante de uma vez. Quando você levantar vai vim todos ao mesmo tempo.

- Quando você perceber que acordou, não abra os olhos, fique deitada na cama por pelo menos 15 segundos e depois de um tempo levante. Dizem que esse é melhor.

Especialistas dizem:
- Deite-se de costas sobre uma superfície macia;
- Erga os joelhos deixando-os em contato, com os pés separados; ponha as mãos sobre o abdômen;
- Preste atenção na sua respiração. Procure a cada expiração, deixar que sua barriga puxe o ar por si mesma, sem que você despenda qualquer esforço para isso. Ao mesmo tempo procure sentir  como a musculatura do seu abdômen faz para que você puxe o ar automaticamente, sem interferência da sua vontade. A principal dificuldade neste exercício está aí: perceber sem intervir. Aliás o processo do sonhar consiste justamente nisto, só que a um grau bem mais intenso. Isto quer dizer que quando fazemos este exercício, de alguma forma estamos exercendo a atividade de sonhar;
- Também a cada expiração deixe seu corpo cair flácida e pesadamente sobre o chão. Provavelmente começará a sentir "puxões" nos músculos do corpo como sinal de que eles estão descarregando as tensões do dia e de que você está aprofundando mais o relaxamento;
- Agora focalize sua consciência tanto na inspiração quanto na expiração, tomando sempre o cuidado de não interferir, mas apenas sentir o movimento dos músculos e órgãos envolvidos na respiração. Nos rápidos momentos em que você conseguir simultaneamente prestar atenção ao processo e deixar com que ele siga seu rumo sem sua direção você sentirá um êxtase fugaz que você aprenderá a manter se persistir no exercício.
- O importante porém não é que você consiga atingir o estado de êxtase, pois é muito provável que só de você meditar por alguns minutos, do modo como foi descrito, você já consiga se lembrar dos seus sonhos.


PESADELOS
Dormir de pernas cruzadas da pesadelos. –em mim nunca deu.

 Não sei se funciona,
mas que tal experimentar e
depois você me diz se deu certo tá? 

Você pode gostar também:

0 comentários

POPULARES

INSTAGRAM

CONTATO

Nome

E-mail *

Mensagem *

Inscreva-se